Por que considerar o empreendedorismo?

Tornar-se um empreendedor de sucesso requer planejamento de negócios, inovação e assunção de riscos. É muito trabalho, mas também há muitas notícias sobre os benefícios em ser seu próprio patrão.

Coloque suas próprias ideias para trabalhar: Ser seu próprio patrão pode permitir que você tenha liberdade e independência para usar suas próprias ideias. Como empreendedor, seu tempo e energia podem ser gastos criativamente, colocando essas ideias para trabalhar para você e para o sucesso futuro de seus negócios.

Decida que tipo de negócio você quer: Sua empresa deve complementar sua experiência, interesse e conhecimento. Antes de colocar muito trabalho no planejamento do seu negócio, certifique-se de que a indústria escolhida é a certa para você. Você pode querer considerar quais hobbies ou interesses você tem, bem como quais experiências e habilidades você poderia aplicar a um novo empreendimento.

Tome as decisões para o seu negócio: Começar seu próprio negócio pode ser arriscado; no entanto, desejo, persistência e pensamento inovador podem trabalhar a seu favor. Acreditar em si mesmo e basear suas decisões em conhecimento e experiência pode levar ao sucesso do seu negócio. No entanto, conhecer os limites de suas próprias habilidades e não ter medo de pedir ajuda de outras pessoas o ajudará a tomar decisões empresariais informadas.

Você tem a capacidade de estabelecer as políticas para o seu negócio e definir o tom de sua cultura. Você pode criar um negócio que combine bem com seus próprios valores pessoais, em vez de trabalhar para outra pessoa cujas políticas ou valores possam diferir dos seus.

Escolha o local para o seu negócio: Você pode escolher um local para sua empresa que atenda às suas necessidades, seja para trabalhar em casa, trabalhar perto de casa ou aproveitar a oportunidade para viajar e conhecer lugares diferentes. Você pode escolher um escritório no centro da cidade ou um local fora da cidade para evitar tráfego ou uma longa viagem. Embora você tenha muita flexibilidade na escolha de um local, você deve levar em consideração o acesso a clientes, funcionários e fornecedores.

Ter o potencial para ganhar mais: Como empreendedor, você tem o luxo de trabalhar seu próprio horário e aumentar seu potencial de ganhos. Normalmente, esse sucesso vem com muito trabalho e longas horas. Se o seu negócio for bem-sucedido, você poderá ganhar mais dinheiro do que se estivesse trabalhando como funcionário.

Brasil registra um acidente aéreo a cada dois dias, segundo Cenipa

O Brasil teve 1704 acidentes aéreos nos últimos 10 anos, de acordo com o Cenipa – Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, órgão da FAB, Força Aérea Brasileira. Isso significa que, em média, ocorre um acidente com veículos aéreos a cada dois dias no país.

Os dados do Cenipa também apontam que as principais causas desses acidentes são a perda de controle da aeronave e falhas nos motores. Como resultado, esses eventos causaram a morte de 846 pessoas.

Do total de acidentes, 73% aconteceram em aviões, com 1260 casos reportados. Em seguida vêm os acidentes com helicópteros, representando 13% dos acidentes – 220 ocorrências.

Regionalmente, é o estado de São Paulo que possui o maior número de acidentes, 370 no total, que causaram 137 mortes. Esse número é influenciado principalmente pelo tamanho da frota aeronáutica paulista, a maior do país.

Apesar da maior parte dos acidentes ocorrerem em aviões, voos comerciais e taxis aéreos são as modalidades com menor taxas de acidentes, enquanto os voos particulares encabeçam as estatísticas. Isso porque, enquanto os serviços aéreos passam por fiscalizações mais rigorosas, serviços particulares ainda sofrem com manutenções precárias e falta de capacitação adequada de pilotos, que rotineiramente têm menos experiência em horas de voo.

Segundos especialistas, o número de acidentes aéreos no Brasil, que já vem em queda, se comparado a períodos anteriores, pode ser menor, desde que os recursos à disposição sejam melhor utilizados, como a melhor formação de pilotos, a renovação da frota de aeronaves e o seguimento mais rigoroso das normas de segurança da Agência Nacional de Aviação Civil.

Outro ponto defendido por especialistas é o endurecimento de regras da aviação particular, para que esta se aproxime da existente nos táxis aéreos. Um ponto de dissonância entre ambas regulamentações é a presença de um copiloto, responsável por auxiliar nos procedimentos de pilotagem e tomar o controle caso necessário, na cabine, o que não é exigido a voos particulares.

No entanto, apesar das notícias alarmantes, é difícil fazer a comparação dos números brasileiros com a realidade ao redor do mundo, já que muitos países não mantém um acompanhamento preciso dos incidentes aéreos como o Brasil.

Razões pelas quais você deve ir para o empreendedorismo social

Já ouviu falar de pessoas que são loucas o suficiente para pensar que podem salvar o mundo? Bem-vindo ao empreendedorismo social!

Embora existam muitas definições diferentes para empreendimentos sociais, você pode começar mantendo em mente o seguinte fato: um empreendedor social é uma pessoa que, assim como um empresário comum, identifica uma necessidade. No entanto, essa necessidade provavelmente se assemelhará a uma injustiça ou a uma desigualdade.

Você será uma fonte inspiradora de impacto: Há paixão empreendedora e há impacto. Adivinhe, em uma empresa social você pode ter os dois! Que tal colocar sua energia na solução de uma questão significativa que contribuirá para tornar nosso progresso na sociedade e / ou nosso ambiente mais sustentável?

No lado dos funcionários, estamos nos familiarizando com esses novatos chamados “Millennials” que estão lenta mas seguramente começando a ocupar o local de trabalho. Eles têm um senso diferente de prioridade e apenas alguns classificam o dinheiro como o critério número 1, enquanto a maioria “quer trabalhar com propósito”.

As empresas sociais preenchem um desejo premente de trabalhar com propósito e alinhar os esforços das pessoas com seus valores. Um número crescente de empresas já começou a melhorar o vínculo entre propósito e trabalho. No entanto, as empresas sociais realmente cumprem esse desejo premente de trabalhar com propósito e alinhar os esforços das pessoas com seus valores.

Histórias de sucesso globais como Tom Shoes e Grameen Bank , mas também locais como Scholly nos EUA ou Triodos na Bélgica destacam as oportunidades para os funcionários mudarem de workforsalary para workforpurpose. Melhor ainda: as crenças que afirmam que “fazer o bem” não podem ser transformadas em negócios viáveis, finalmente desaparecem. Então, sim, você pode sobreviver economicamente enquanto enfrenta uma questão social ou ambiental.

Você vai responder às necessidades dos clientes: Você certamente percebeu que a nossa consciência de sustentabilidade tem aumentado nos últimos anos. The Guardian afirma que mesmo a crise “não prejudicou as pessoas para minimizar seu impacto no meio ambiente e seus gastos com produtos éticos”. Isto significa que existe um mercado para as empresas que têm uma missão social no centro da sua razão de ser.

É verdade que os segmentos de clientes da empresa social podem ser difíceis de lidar, porque muitas vezes não são apenas as necessidades dos clientes, mas também as dos beneficiários.

O Enem 2018, a novidade sob o acréscimo de tempo e suas funções

Os alunos brasileiros que estão terminando o ensino médio em 2018 ou os que já se formaram passarão por mais uma grande sabatina de questões durante o segundo domingo de Novembro, o qual os candidatos realizarão a última etapa do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), formado por questões de matemática e Ciências da Natureza, que incluem, física, química e biologia. E um ponto importante a salientar é o fato de que exclusivamente nesse ano os estudantes terão um acréscimo de trinta minutos nesta etapa, o que proporciona maior tranquilidade e reflexão no decorrer da prova.

Os candidatos que tenham interesse em sair da prova portando o caderno de questões terão que permanecer na sala até às 18h., equivalente a trinta minutos antes do término da avaliação do dia. E junto a isso, os alunos poderão concorrer por uma vaga em universidades públicas e privadas (mediante programas governamentais e bolsas) em todo o território brasileiro e até mesmo no exterior, em que o ENEM pode ter a nota utilizada para instituições europeias, como demonstrado pelo portal de Notícias ESTUDARFORA.ORG:

  • Universidade de Algarve;
  • Universidade de Coimbra;
  • Universidade de Lisboa;
  • Universidade do Porto;
  • Universidade de Madeira;
  • Universidade dos Açores;
  • Universidade de Aveiro;
  • Universidade de Beira Interior;
  • Universidade do Minho;
  • Instituto Politécnico de Leiria;
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  • Instituto Politécnico de Coimbra;
  • Instituto Politécnico de Beja;
  • Instituto Politécnico do Porto;
  • Instituto Politécnico de Portalegre;
  • Instituto Politécnico de Guarda;
  • Instituto Politécnico de Viseu;
  • Instituto Politécnico de Santarém;

Os candidatos que queiram fazer parte de programas governamentais podem utilizar a nota, que além de participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), poderão se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni) que se trata de uma iniciativa do Governo Federal que promove bolsas de estudo parciais (50%) ou integrais (100%) em faculdades particulares. E para isso, é preciso que o candidato alcance no mínimo o valor de 450 pontos nas provas objetivas e não zere a redação, que assim poderá fazer parte da seleção para um determinado curso de interesse. E além disso, há a necessidade de comprovação de renda familiar de até três salários mínimos por pessoa para ser efetivo na concessão da bolsa.

 

 

 

Uma visão sobre empreendedorismo

Proprietários de pequenas empresas estão se tornando cada vez mais diversificados.

As taxas de empreendedorismo aumentaram em todo o país, de acordo com um relatório divulgado na quinta-feira pela Kauffman Foundation . O relatório calcula isso por meio de um Índice de Inicialização – definido como a taxa de novos empreendedores por mês, a densidade de startups em uma determinada área e a porcentagem de empreendedores que abrem novos negócios por desejo de fazê-lo, em vez de necessidade.

A taxa de empreendedorismo em todo o país aumentou para 330 começando novos negócios a cada mês, de 100.000 adultos. Isso é mais do que 310 em 2015. A métrica também aumentou 15% desde 2014, quando o Startup Index mostrou que 280 de cada 100.000 adultos abriram seu próprio negócio por mês.

Eles estão sendo impulsionados pelo aumento no número de mulheres, minorias e imigrantes que estão decidindo sair por conta própria. Por exemplo, a taxa de mulheres empresárias aumentou de 260 em cada 100.000 pessoas, em comparação a 220 em 2014. Ainda assim, os homens em geral iniciam negócios em proporções maiores do que as mulheres, com os homens representando quase 60% dos novos empreendedores em 2015.

Enquanto os empreendedores americanos ainda são predominantemente brancos, as minorias estão ganhando uma fatia maior das pequenas empresas do país. O que é mais aparente na proporção de latinos que começam seus próprios negócios mais do que dobrou desde 1996, chegando a 20,8% de todos os novos empreendedores. Isso pode ser resultado do crescimento explosivo da população latina nos Estados Unidos, que aumentou 2,5 vezes desde 1990, de acordo com o Pew Research Center .

Além disso, a proporção de imigrantes que lançam seus próprios negócios está acelerando, mais do que duplicando para 27,5% dos novos empreendedores em 2015. Ainda assim, a proporção de americanos nativos (72,5%) iniciando suas próprias empresas é muito maior do que os imigrantes.

A faixa etária dos empreendedores é mais disseminada do que tem sido historicamente, com cerca de um quarto representado em cada faixa etária: entre 20 e 34 anos, 35 a 44, 45 a 54 e 55 a 64 anos. Isso é uma mudança de duas décadas atrás, quando o grupo etário mais jovem representava mais de um terço dos novos empreendedores.

7 dicas para manter a saúde do coração nos feriados

As dicas a seguir da Associação Americana de Cardiologia podem ser úteis para reduzir o aparecimento de notícias como ataques ou outros tipos de crises cardíacas durante a temporada de fim de ano.

  • Encha-se com alimentos saudáveis antes das festas de fim de ano

Planeje a sua dieta para que você não esteja apenas passando fome o dia todo e depois vá a uma festa e se torne um bobo atrás de comida.

  • Esqueça o arroz branco

Arroz integral ou quinoa podem ser usados em vez de arroz branco nos acompanhamentos.

  • Esqueça-se, inclusive, dos legumes sem gordura e amido

Abobrinha ou abóbora podem ser substituídas por massa e a couve-flor pode ser substituída por batatas, por exemplo.

  • Mastigue enquanto você cozinha

Podem ser chicletes sem açúcar ou vegetais. Não importa. Procure sempre mastigar alguma coisa durante a preparação das suas receitas para evitar preparar refeições com mais ingredientes e calorias que o necessário.

  • Mantenha o estresse baixo

O estresse desempenha um papel durante as férias também. Defina um limite de tempo para os visitantes. Dê um passeio. Desfrute de um filme ou livro de férias, ou de um livro de colorir para adultos. Acenda uma vela com cheiro reconfortante. Cite três coisas pelas quais você é grato. Os quebra-cabeças temáticos de fim de ano também são divertidos para toda a família.

  • Seja criativo com as sobras

Compartilhe as sobras com a família e os amigos e evite comer tudo sozinho. Use-as para preparar uma salada ou fazer uma sopa e adicionar mais vegetais. As bandagens de alface são ótimas sobras para tacos, por exemplo.

  • Pese-se todos os dias

É incrível o que esse truque pode fazer. Se você for passar quatro dias festejando e bebendo e comendo, você pode terminar o fim de semana com muitas calorias extras. Pesando-se todos os dias você estabelece um ciclo de feedback entre a comida e as bebidas que você consome e o seu peso.Se você exagerar e chegar na balança na manhã de sexta-feira para descobrir que ganhou 3 quilos, então vai evitar o pedaço de torta na sexta à noite.

Empresário Roberto Santiago e os investimentos em lazer como diferencial para os negócios

A capital paraibana passou a contar com um leque variado de opções de lazer. Isso se deve ao fato da cidade ter passado a contar com a presença do Manaíra Shopping. A idealização do espaço é de responsabilidade do empreendedor Roberto Santiago, já conhecido pela atuação em empreendimentos de mesma natureza. Dessa forma, os habitantes do município de João Pessoa passaram a dispor de um local que reúne casa de shows, salão de festas, parque de diversões equipado com brinquedos eletrônicos, etc.

Embora tenha sido inaugurado ainda no final da década de 1980, o Manaíra Shopping foi sendo adaptado às modernidades que foram surgindo com o tempo. Vale ressaltar que este é um empreendimento emblemático na carreira do empresário Roberto Santiago, uma vez que se trata do primeiro a ser construído por ele. Um dos principais pontos que costumam chamar a atenção do público é a questão da localização do estabelecimento. Por estar localizado entre a região central da cidade, este permite com que os banhistas passem por lá antes e depois de irem à praia.

A estrutura do shopping em questão abriga, dentre outras coisas, um total de onze salas de cinema, que são divididas de acordo com o enfoque cinematográfico que contemplam. Com isso, o usuário pode escolher entre assistir filmes em terceira dimensão ou em outras modalidades existentes na atualidade. Por essa razão, os frequentadores contam com diferentes tipos de assentos. Em um deles, contudo, os expectadores ficam dispostos como se estivessem em uma espécie de arquibancada, de forma que todos têm visão clara da tela.

Outra forma de diversão presente no shopping de Roberto Santiago é a estação de jogos, que é constituída por uma estrutura com 200 equipamentos diferentes, onde públicos com predileções variadas se revezam em seu uso. Jogar boliche é uma opção para os que optam por uma maneira de se divertir com um grupo de pessoas, por exemplo. Nesse caso, as pistas instaladas também obedecem a padrões tecnológicos.

Tendência em diversos países, o Espaço Gourmet é parte integrante do local. Dentre as atrações culinárias mais procuradas pelos frequentadores estão as preparadas pela Steak House. Além disso, uma hamburgueria que opera em estilo americano também está entre os espaços mais requisitados pelos usuários do shopping. Outros tipos de alimentos são preparados, o que diversifica bastante o público do empreendimento.

O shopping em questão apresenta dimensões diferentes daquelas verificadas no momento de sua inauguração. De acordo com a própria administração do local, que conta com a liderança do empresário Roberto Santiago, cinco expansões foram realizadas até que o centro de compras atingisse o aspecto e o tamanho que possui nos dias atuais, passando a contar com 280 lojas em operação por uma área de 75 mil metros quadrados.

Estima-se que o crescimento do empreendimento de Roberto Santiago tenha colaborado para que ocorresse um maior aquecimento da economia daquela região. Isso, entretanto, teria sido ainda mais impulsionado em face dos montantes investidos pelo empresário, já que estes contemplaram negócios em toda a área da cidade de João Pessoa.

O empresário, motivado pelo desenvolvimento de seu primeiro negócio, decidiu dar início a um outro empreendimento. Trata-se do Mangabeira , um shopping que abriu as portas no ano de 2014, também no estado da Paraíba. O estabelecimento levou dois anos até que fosse totalmente construído, gerando postos de trabalhos diretos e indiretos.

Unicamp destinará 20% das vagas do Enem para acesso sem vestibular.

Boas notícias para os estudantes que almejam uma vaga na universidade. A nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2018 será usada por mais instituições de nível superior como critério de seleção.

Entre elas está a Unicamp (Universidade de Campinas), que deve destinar 20% das vagas para os alunos com boas notas no Enem 2018 sem a necessidade de prestar o vestibular tradicional da instituição. Considerada uma das mais importantes universidades do país, a Unicamp demonstra que outras instituições possam fazer o mesmo e utilizar o Enem como processo seletivo.

Vagas para universidades de Portugal

O Enem já permite que os brasileiros possam estudar em Portugal. Mais de 30 universidades portuguesas, atualmente, possuem convênio com o Inep – Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. De acordo com um estudo realizado pela entidade, mais de 1200 estudantes brasileiros já estão matriculados por meio da nota obtida no Enem.

Resultados só em janeiro

Está prevista para 18 de janeiro a divulgação preliminar dos resultados individuais. Além de tentarem uma vaga direta como no caso da Unicamp, os estudantes podem utilizar a nota para se inscrever no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para concorrer a uma vaga em universidades federais de todo o país;

O ProUni (Programa Universidade para Todos) para concorrer a vagas em faculdades particulares, contudo também é levado em conta a renda familiar do candidato;

Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), em que o estudante financia a matrícula e as mensalidades, com juros baixos que outros financiamentos e prazo para pagamento mais longo. Podem participar quem fez qualquer edição do Enem a partir do ano de 2010.

O Enem

Criado em 1998, o Enem passou por grandes reformulações e hoje é tido como o principal vestibular do país. O intuito é avaliar o desempenho dos alunos do ensino médio.

A versão atual passou a ser aplicada em 2009, a qual teve o aumento no número de questões e aplicação da prova para substituir o antigo vestibular. O exame ocorre uma vez por ano e tem a duração de dois dias. É composto de 180 provas objetivas e a redação.

Saiba por qual razão a Arábia Saudita planeja reduzir sua produção de petróleo

De acordo com a agência de notícias Reuters, autoridades da Arábia Saudita planejam um pacote de ações que pode restringir a produção petrolífera em todo o mundo. A abrangência dessas medidas, conforme reportado pelo Portal Terra, influenciaria o volume de combustíveis produzidos por nações membros da OPEP (Organização dos Países Produtores de Petróleo), bem como outras que não fazem parte do bloco.

Com a possível diminuição, um milhão de barris deixaria de ser produzido diariamente. A retração na cadeia produtiva de petróleo seria uma maneira do país se ajustar à tendência mundial de queda do produto e seus derivados. A Arábia Saudita é a maior nação produtora do segmento petrolífero, conforme citado na reportagem da Reuters.

A possibilidade desse cenário se modificar estaria relacionada com possíveis modificações dos fluxos produtivos de outros países, como o Irã, por exemplo. Para as autoridades que discutem o assunto, isenções concedidas à Índia e à China ocasionaram alterações significativas sobre a prática de preços sobre o petróleo.

Desse modo, como maneira de se evitar que o preço do produto se altere drasticamente, o país saudita vislumbra mecanismos que equilibrem a costumeira lucratividade percebida pela OPEP. A situação foi vista como limítrofe quando o valor do barril baixou a 70 dólares.

Um outro acordo vigora entre os países da OPEP e alguns outros que não fazem parte da organização. Trata-se do corte em diversas frentes de produção do combustível. Nesse caso, quase 2 milhões de barris são deixados de produzir por dia.

Uma reunião está agendada para acontecer no mês de dezembro, a fim de que se decida que medidas deverão ser implementadas para o ano de 2019. Assim sendo, os membros da OPEP e outras nações aliadas farão um encontro para debaterem o assunto, que será na cidade de Viena, capital da Áustria.

Embora haja certo consenso sobre a necessidade de cortes na produção petrolífera, é preciso que se debata qual a real quantidade do produto que deverá ser cortada. Desse modo, autoridades sauditas e de demais nacionalidades poderão estabelecer um piso a ser praticado em relação aos preços que serão adotados.

Saiba mais:

https://www.terra.com.br/noticias/mundo/arabia-saudita-esta-em-negociacoes-para-reduzir-producao-de-petroleo-apos-eua-isentarem-compradores,4f0c261d4253a338e22b9c6e32570067vpmt52t9.html

Kiwis duplicaram seus genes de vitamina há 20 milhões de anos, diz estudo

O kiwi de hoje, um membro da família da groselha chinesa, contém quase tanta vitamina C quanto uma laranja. Esse impulso extra na produção de vitamina C é o resultado dos ancestrais dos kiwis duplicarem espontaneamente seu DNA em dois eventos evolutivos separados, que ocorreram aproximadamente entre 50 e 57 milhões e entre 18 e 20 milhões de anos atrás. As notícias sobre o estudo foram divulgadas no segundo semestre de 2018 na revista iScience e em sites específicos sobre divulgações científicas.

“A poliploidia é um evento evolutivo abrupto que produz milhares de cópias extras de genes da noite para o dia”, diz o autor sênior do estudo, Xiyin Wang, um cientista agrícola da Universidade de Ciência e Tecnologia do Norte da China. “Essas cópias extras podem elevar grandemente a robustez da planta, proporcionando oportunidades para a seleção natural podar e reconectar seu sistema biológico ao longo do tempo.”, explica Wang.

Para descobrir traços de eventos de poliploidia, os pesquisadores compararam o genoma do Kiwi aos genomas de café e uva bem caracterizados. Kiwis, cafés e uvas compartilham um ancestral comum e, portanto, compartilham grandes trechos de informação genética.

Quando Wang e sua equipe alinharam os milhares de genes compartilhados pelas três plantas, eles descobriram que o genoma do kiwi continha frequentemente quatro ou cinco cópias de um gene em lugares onde o café ou a uva tinham apenas um. Os genes extras do kiwi incluíam as instruções biológicas para criar e reciclar a vitamina C.

A vitamina C não é apenas saudável para as pessoas, mas também ajuda no crescimento das plantas e na resistência a danos, por isso a produção superior de vitamina C dos kiwis deu uma vantagem no jogo evolutivo. Em contraste, a vantagem do grão de café era provavelmente sua capacidade de produzir cafeína, um pesticida natural que também pode matar a concorrência de plantas vizinhas, enquanto o produto químico que produz o pigmento roxo da uva provavelmente evoluiu para proteger a planta de temperaturas extremas.

Wang e sua equipe também descobriram que os dois eventos evolutivos foram mais provavelmente devido a um evento de autopoliplóide, o que significa que o kiwi duplicou seus próprios genes, em vez de um evento de cruzamento alopoliplóide. Por exemplo, plantas como bananas, batatas e cana-de-açúcar são autopoliplóides, enquanto trigo, algodão e morangos são alopoliplóides. Os autores observam que mais culturas são alopoliplóide do que autopoliplóides.